Wasso Wasso

img_0104

O fotógrafo que se segue é o Yuri Rosa, mas gosta de ser conhecido artisticamente como “Wasso Wasso”. É arquitecto de profissão, logo, percebe-se de onde vem a sensibilidade artística e visual que um fotógrafo deve ter.

Conheci-o num encontro das “Angolanas Naturais e Amigos”, onde várias mulheres com o cabelo natural se deixaram fotografar de forma artística por vários fotógrafos talentosos e entre eles estava o Yuri. Posso dizer que foi simpatia à primeira vista, uma vez tivemos oportunidade de conversar e conhecer-nos um pouco durante o encontro.

E como não podia deixar de ser, fiz questão de o convidar para uma entrevista aqui para o meu blog. Apesar de ser exageradamente tímido, lá o consegui convencer a muito custo, a  responder a algumas perguntas para serem publicadas aqui. Cá vai:

1. Apresenta-te

Sou o yuri Rosa, com o nome artisitico “Wasso Wasso”, estou com 35 anos de idade, nasci em Luanda, e vivo actualmente no Camama.

2. O que é para ti ser fotógrafo?

Para mim, ser fotógrafo é uma modo de vida, que começa nos olhos e continua num click com o dedo. Mas nunca acaba porque as fotografias ficam para eternidade.

3. Porque escolheste esta profissão  e quando isso foi?

Se for a enquadrar a fotografia nas artes e ofícios, é a única profissão que tenho. Mas fora disto, sou arquitecto e amante da fotografia. Entretanto, assumo que a fotografia tem uma força que me atrai porque ela nunca é igual a si mesma, ela leva-nos a várias interpretações e trasmite-nos diversas mensagens. A capacidade de tentar entender as mensagens da fotografia, leva-me a apaixonar-me por ela.

4. Tens algum tipo de formação em fotografia?

Formação, não. Aprendo com os amigos que fazem fotografia. Fotografia é prática.

5. Qual o teu percurso até agora? Que tipo de trabalhos já fizeste e em que trabalhos/projectos estás envolvido agora?

Eu não tenho caminho na fotografia. Comecei a fotografar em Benguela somente para começar. Voltei para Luanda e andava à procura de fotógrafos para aprender a fotografar, e nisto participei num 1º concurso (Organizado pela ONG – MOSAICO) onde ganhei o prémio do segundo lugar, a seguir fui convidado para particpar no Projecto VêSó… ainda estou a engatinhar.

IMG_0105.jpg

6. Como descreves a profissão de fotógrafo em Angola actualmente? Existem muitas barreiras?

Sei pouco do contexto do fotógrafo em Angola, mas sei que há fotografos que se sustentam com seu trabalho porque actualmente há muitas pessoas que querem registar momentos da sua vida, eventos, etc, e recorrem aos profissionais, isto no lado mais comercial. Mas há uma onda de fotógrafos que fazem fotografia por arte, logo fazem-na por paixão e esperam um dia fazer uma exposição. Sobre as barreiras, elas existem sim, mas ela está ligada mais a concorrência entre fotógrafos, porque os que sabem, estão a partilhar pouco e para quem está começar, isto é uma barreira.

7. Consideras o mercado da fotografia no País maioritariamente masculino?

Sim considero maioritamente masculino, mas em termos de qualidade fotográfica, acho que há um equilibrio entre ambos os sexos.

8. O que mudavas no cenário da fotografia em Angola?

Eu mudaria a visão dos fotógrafos com tendência para o foto-jornalismo para realizarem fotografias mais artísticas, ou seja, o fotógrafo que possui uma câmara muito cara, não pode procurar somente coisas como o lixo para fotografar, por exemplo.

9. Já conquistaste algum prémio de fotografia? Se sim, que impacto isso teve na tua vida?

Já conquistei sim. O Tema estava relacionado com alfabetização, foi organizado pela ONG – MOSAICO e obtive o segundo lugar. Por ser o primeiro prémio, marcou-me muito, fez-me ver que tinha que me superar cada dia para levar a fotografia mais a sério.

10. O que ambicionas como fotógrafo?

Eu ambiciono ter equipamentos mínimos para realizar um estudo atropológico dos povos de Angola.

11. Existem fotógrafos que te inspiram? Se sim, quem são? (A nível nacional e internacional)

Sim, o inglês Lee Jeffries e o Angolano Adalberto Gourgel (in memoriam)

12. Imaginas-te a fazer outra coisa?

Imagino sim, muitas coisas, gosto de aventuras, mas em tudo que faço procuro o espaço para fotografia. Só não me imagino a cozinhar (não gosto e nem quero aprender).

13. Estás inserido em algum grupo / associação / Clube de fotografia?

Estou sim, o Grupo “Vê Só!”

14. Gostas de ser fotografado? Se sim, és exigente com o resultado?

Gosto de ser fotografado mas por conhecer um pouco de fotografia, penso sempre que haverá falhas do fotógrafo e em mim próprio.

15. Que equipamento fotográfico utilizas?

Eu utilizo uma Canon 6D, lentes Sigma 24-70mm f2.8 e uma Canon 50mm 1.4…tenho um tripé támbem.

16. Que conselhos darias e que dicas podes dar a quem quer iniciar-se na carreira de fotógrafo?

O conselho é: antes de fotografar, que seja amante da fotografia e depois experimente fotografar com qualquer aparelho de fotografar desde telefone, tablet, etc. A dica é que não comece em fotojornalismo para retratar os defeitos de um sítio, mas sim todo o resto vale.

17. Tens algum contacto ou página na internet que gostarias de partilhar?

Tenho sim, na página do facebook – WASSO WASSO PHOTOS, ou na instagram – WASSO_WASSO.

De seguida, alguns trabalhos fotográficos do Yuri.

 img_5104img_5029image2image1

Advertisements

About Ana Fernandes Fotografia
Sou licenciada em Gestão e trabalho na minha área de formação. Sou completamente apaixonada por fotografia. Cada vez mais. O meu sonho é poder fazer da fotografia a minha profissão.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: