Fotografia infantil

Fotografar pessoas requer do fotógrafo algumas aptidões de relacionamento com o/s sujeito/s fotografados (com excepção do estilo fotojornalismo). No caso da fotografia infantil as aptidões deverão ser, na minha opinião, especiais. Um fotógrafo de crianças deve ser uma pessoa que naturalmente se dá bem com os miúdos, que consegue derrubar rapidamente qualquer barreira que a criança possa construir na presença de um estranho.

Até ao momento a maioria das fotografias infantis que tenho são dos meus sobrinhos. Admito que não sou propriamente uma expert em relacionamento com crianças, daí ainda não ter tido coragem de fazer uma sessão com uma criança fora do meu círculo familiar. Estou a preparar-me para fotografar a filha duma amiga minha. A menina é linda, uma autêntica princesa, mas é uma criança tímida e pouco dada a pessoas com quem não convive diariamente.

Vai ser um desafio e vou tentar sair do estilo amador que tenho usado até então. E o resultado será publicado aqui, em breve.

Quero conseguir fazer aquelas fotos infantis angelicais, com muita luz e com o fundo cuidadosamente pensado. Vou continuar a estudar e a pesquisar até chegar lá.

Advertisements

Patrícia + Artur = Salvador

A Patrícia e o Artur são um casal amigo e estão à espera do primeiro filho, o Salvador. Conheci a Patrícia antes de engravidar e é impressionante o brilho que o olhar dela adquiriu com a gestação. Durante a sessão disse-lhe várias vezes que ela estava ainda mais linda!

Tudo começou quando a barriga dela começou a crescer e perguntei-lhe se não se importava que fizéssemos uma sessão, uma vez que nunca tinha fotografado uma gestante. Para minha felicidade ela disse logo que SIM, ainda me pediu para a fotografar quando a barriga estivesse maior e pediu também que fotografasse o parto (vou fotografar um parto!!!) e certamente que vou fotografar o rebento recém-nascido. Colocarei as fotos todas aqui no blog!

Aqui vai uma amostra do resultado desta minha primeira experiência com grávidas. Fiz questão de dar ênfase à expressão facial dela, só para mostrar o “glow” com que ela está. Obrigada, Patrícia. Adorei!