Fotos de fim semana

Continuo apaixonada pela minha 50mm que me dá aquele desfoque do segundo plano que adoro. Sinto que estou a aprender muito com esta lente. O facto de não ter zoom obrigada-me a colocar-me em boa posição para fotografar.

Hoje vou colocar as fotos que tirei este fim de semana. Foram basicamente imagens de família visto que tenho estado muito reunida com eles devido aos preparativos do meu casamento. E por falar nisso…as escolha do fotógrafo é o que me está a dar mais dor de cabeça. Não encontro nenhum que faça fotografias como eu gosto. Acho o trabalho deles um pouco…básico. Quem eu gostaria que fotografasse o meu casamento é Fer Juaristi, mas isso ficaria um pouco fora do orçamento 🙂

Abaixo coloco a selecção das minhas preferidas desta vez. Numa delas aparece o meu sobrinho que coitadinho…está com mulúscos na cara. Não sei bem do que trata, mas é contagioso (ele apanhou na creche) e penso que há de passar. Espero bem que sim, pois ele é tão lindo!

Até a próxima! 

 

Advertisements

Linda Vera

Nesta manhã, a minha amiga Vera havia-me enviado uma mensagem escrita no telemóvel a pedir-me que a levasse ao terminal doméstico pois ela ia partir para Benguela. 

Quando a fui buscar e olhei para ela tive que lhe dizer: “Estás linda! Vamos só voltar para minha casa apanhar a minha máquina para te fotografar, ok”? Ela riu-se, mas não se opôs. Acho que estou a ficar paranóica com a fotografia. Dou por mim a olhar para as pessoas (o que mais gosto de fotografar) e a imaginar um enquadramento para as fotografar. E foi o que aconteceu com a Vera. A sorte é que ela é minha amiga e os amigos são para estas coisas. Eu precisava fotografar e ela só tinha que dizer que sim.

O dia estava nublado. Achei que isto poderia ser um ponto a favor para a foto. Apesar dela já ter feito um curso para modelos, continua tímida com as câmaras e tive que insistir para ela fazer uma pose e sorrir. Escolhi esta foto, apesar de ter sido a única em que ela não olhava para a objectiva. Foi a que ficou melhor enquadrada.

Gostei de duas coisas: Da composição e da suavidade da luz.

Desgostei apenas (e talvez isso seja resultado das minhas visitas a sites de fotos incríveis) da falta de nitidez da foto. Ainda não percebo porque não consigo produzir aquele efeito profissional. Será da lente? Não pode ser, pois usei neste registo a famosa lente premium, a canon 50mm. Ou será da minha câmara, uma Canon EOS 350D que já está ultrapassada? Também não percebo, pois já vi imagens  com nitidez invejável tiradas com ela.

Vou continuar nesta jornada em busca da perfeição impossível, mas necessária, para que eu continue a querer estudar e fotografar mais e mais!

Até a próxima!

London at night

 

Resolvi colocar este título em inglês porque trabalhei em Londres durante quase 2 anos. O inglês era naquela altura a minha língua do dia-a-dia e confesso que sinto saudades daquela cidade. Apesar de ter perdido um pouco do encanto que tinha quando ia lá de férias no verão. O inverno, a vida citadina e stressante daquele centro financeiro fez quebrar um pouco do encanto, mas adorei viver lá na mesma. Afinal, foi lá que vivi sozinha pela primeira vez e por isso foi uma grande experiência de amadurecimento pessoal.

Tirei esta foto numa noite, durante um encontro de um grupo de fotografia. Infelizmente só descobri este grupo pouco antes de me vir embora, portanto, tive poucas oportunidades de aprender mais com eles. Mas fiquei muito satistfeita com este resultado. Finalmente tinha conseguido fazer uma foto nocturna de longa exposição com aquele famoso efeito de luz criado pelos faróis dos carros. Nesta noite fiz várias clicks mas este, de frente ao Palácio de Backingham, foi o meu eleito.

Até breve!

Gingongos

As minhas sobrinhas tiveram a sorte de nascer com uma irmã. Pois é, são gémeas. Deve ser tão bom ter desde cedo alguém com quem conversar (mesmo na linguagem de bebés), alguém com quem brincar, alguém que sirva de referência nos primeiros desenvolvimentos motores, etc…elas são lindas!

Um pouco da história desta foto: tinham acabado de me oferecer uma nova lente para a minha DSLR. Uma canon 80-200mm. A pessoa que me ofereceu alertou-me logo que não era um “grande” lente, mas que com ela era possível tirar boas fotogafias. A parte das boas fotografias apercebi-me logo. Esta foi umas das primeiras que tirei. Foi a primeira lente que tive sem ser aquela que vem de fábrica, a 18-55mm e gostei do efeito desfocado do segundo plano, voltando a nossa atenção às bebés. Adorei o efeito e o momento do click, pois olhando para esta imagem, fica difícil acreditar que em menos de um segundo depois estas duas já estavam com uma expressão e posição completamente diferentes.

A parte de que não era uma grande lente apercebi-me mais tarde. É uma lente com abertura máxima de f/4.5. Por vezes tenho dificuldade em fotografar em ambiente interno, sem flash. O click simplesmente não acontece e já perdi oportunidades de imagens lindas dentro de casa por causa desta lente. A não ser que eu recorra ao flash, mas confesso que desde que descobri a fotografia em SLR fiquei aversa a fotografias de flash mal tiradas. Afinal, é quase sempre isso que me acontece sempre que o flash imbutido da máquina resolve soltar-se. Sai-me quase sempre uma imagem com luz muito dura e pouco preenchida no fundo. Enfim, tenho de me aperfeiçoar mais em fotgrafia com luz artificial…

Mas voltando a esta foto. Foi tirada com uma lente que me fez perceber e sentir necessidade de investir numa lente nova. Quero uma lente zoom mais luminosa, ou seja, com abertura máxima superiror a esta. Um investimento que certamente farei em breve.

Até a próxima!

Primeira foto

  

 

Olá!

Tirei esta foto hoje, ao final da tarde, de modo a obter uma luz e sombras suaves. O objectivo era captar uma imagem tranquila da pessoa, de forma nítida. Mas…penso que cometi três erros:

1. Esqueci-me de colocar o ISO no valor 100 (o mínimo da minha DSLR). Dias atrás estive a fotografar dentro de casa utilizando apenas a luz das lâmpadas e para isso precisei elevar o ISO. Só não me lembrei de voltar a colocar como estava. Resultado: a foto ficou com um pouco de ruído e fraco contraste.

2. Estive a fazer experiências criativas com o “white balance”, experimentando as diferentes opções para ver os efeitos. Resultado: deixei ficar na definição “Tungsten”.

3. Não me lembrei de ver o histograma. Segundo ele, a foto ficou sub-exposta. Deveria ter feito a experiência de aumentar o tempo de exposição para ver no que dava.

Fiquei a saber há pouco tempo que a maior parte das imagens publicadas na internet já sofreram edição em photoshop ou em algum outro software do género. Ainda não tenho isso…mas hei-de ter em breve, visto que pretendo ser fotógrafa profissional. Se já tivesse o photshop, será que conseguiria melhorar esta foto? Será legítimo começar logo tentanto corrigindo erros básicos com o photoshop, se o objectivo é tornar-me profissional?

Até a próxima!

Fotografia: a minha paixão

Este é o meu primeiro post. A fotografia é a minha grande paixão. Vou edicar-me neste blog a falar sobre o assunto, a colocar fotografias minhas, cuja qualidade das mesmas espero que evoluam ao longo do tempo e a colocar fotos de fotógrafos que me inspirem e que me façam ser como eles.

Sou angolana actualmente a viver no meu país, licenciada em gestão pelo ISEG (Instituto Superior de Economia e Gestão, em Lisboa) e trabalho na minha área de formação, mas sinto que o que me seduz é mesmo “o desenho com a luz” (fotografia).

Não sei se terei companhia nesta minha jornada fotográfica, mas espero contar com comentários de outros apaixonados por fotografia e profissionais na áera.

Até a próxima!